domingo, 12 de outubro de 2008

Valor PeRpétuo.





Magnificante magia

Mágico, único e divino.
A perfeição dos movimentos
A inteiração dos membros
E a paixão desafiando o tino

Embriago-me...
Embriago-me com seu suor
Suor este que me umedece a face
Suor este que salobre a língua
Suor este que me faz delirar

Pasmo...
Simplesmente empasmeante
Seu olhar de total delírio...
Seu olhar que emana um brilho...
Seu olhar que traduz um clamar
Um clamar, que traduz amor.


Entrega-se por inteiro
à sensações vertiginosas
Ao toque em seu corpo
Emoções deliciosas

A mistura de amor e desejo se completam
Independente do receio que manifestam
A sensação de magia do momento é indubitável
O beijar, o corar, o acariciar traduzem um momento sublime e afável.

O calor de teu seio
Alimenta minh`alma
Adormece meus medos
E como um entorpecente, me acalma.


Seu sacratíssimo colo não mais posso deixar
Faço dele morada de onde sempre hei de morar
Faço dele, berço meu, lugar onde hei de chorar.
Faço dele, abrigo meu, onde hei de me exilar.
Faço dele meu deleite, só pra te fazer corar...
Faço dele meu amigo pra poder me confessar...

Faço de ti minha amada, porque só a ti sei amar.


Em teu colo fiz morada
D´onde não mais posso sair
Dependente deste calor para viver
Dependente deste amor para viver

Digno sou eu,
a desfrutar de sentimentos tão nobres?
Em momentos tão certos (de te amar)
e tão incertos ao mesmo tempo (de que vamos conseguir)

te amo, meu amor.
Poesia de Rodrigo Costa.

Nenhum comentário:

Você pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...