terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Energia do dia.

Sinto uma ressaca e um mal estar
Falta uma semana pro ano acabar
E antes que reduzam o meu futuro a pó
Ou eu acabe em restos no alto mar.

Hoje minha pernas estão pro ar
Minhas Pernas estão pro ar.

Luto para o ócio transformar
Violência e ódio em ternura
Neurose e sofrimento em cultura
Vício em liberdade pra criar.

Hoje minha pernas estão pro ar
Minhas Pernas estão pro ar.

Enquanto eu me encontrava preso e não sabia
Alheio a tudo o que podia e não podia
Ter os pés bem firmes no chão já me valia
Hoje já não os tenho mais
Todas as amarras e correntes num vôo rasante
Eu deixo pra trás

Luto para o ócio transformar
Violência e ódio em ternura
Neurose e sofrimento em cultura
Vício em liberdade pra criar.


(Banzé - Pernas pro ar)

2 comentários:

Jordana disse...

Olha que legal... não conhecia esta poesia ( parece uma poesia... ou é música?).


Obrigada pela passadinha no Antiga Astúcia!

E excelente 2009.

Jordana disse...

Oi Pri!

Sou de são Paulo, moro em uma cidade chamada Caieiras, 40 min da Capital.

É de que lugar do Rio??

E novamente, excelente 2009!

=)

Você pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...