quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A DOR.

Porque a gente tem mais facilidade de escrever quando está doendo?
Pelo menos pra mim, isso é uma máxima, quando estou feliz escrevo menos, ao passo que quando há dor, a escrita sai limpa, clara e verdadeira.
Qual é a dor da gente? Porque a gente ama? Será  que a gente ama de verdade? O que é amar? Será que somos amados de verdade como pensamos ser?
Parece que tem algo dentro da gente que faz com que a gente queira a pessoa amada só pra gente,  mas será que de fato é? 
Todo mundo tem seus segredos, suas ideias mirabolantes lá do fundo do seu ser que você acha que se contasse pra alguém todos ririam. De fato, acho que isso se aplica. Pensamos mil coisas durante o dia que não sabemos se são reais ou poderiam ser e será que não são? Se você pensa, logo essa coisa existe, mas nosso mundo diz que se não for concreto, experimentado então é apenas uma ideia. Então as ideias são ilusórias?
Doce ilusão será a minha de querer alguém que existe apenas no meu pensamento? 
Porque dói tanto querer alguém pra si, aos olhos de todos ter esse alguém, mas será que dentro do outro você também é querido com a mesma intensidade?!
Porque mentir pra si? Que carência é essa de achar que alguém é só seu, só tem olhos pra você, não te esquece um só momento no dia ... Na boa, quem disse que pra ser feliz tem que ter alguém do lado, firme e forte que nem um robô. Uma pedra que não enxergue o mundo, que apenas enxergue você.
Isso me parece egoísmo e de fato todos nós somos. Não adianta falar, não!! TODOS NÓS SOMOS!
O mundo não é seu, as pessoas não são suas, e de verdade como diz minha mãe: coração dos outros é terra que ninguém anda. 
Não há como saber o que o outro pensa, a visão que você tem das coisas, do amor, da vida, DEFINITIVAMENTE, pode até ser parecida, mas não é a mesma de outro ser na face da terra. Isso é o que nos torna únicos!
Nos iludimos mais uma vez ao pensarmos: " Nossa, fulano é igualzinho a mim!"  Não!! Fulano tem as razões dele, a experiência de vida dele é diferente da sua, a visão de mundo que ele tem é outra, o que fez ele ser quem é hoje são um conjunto de fatores que nos difere uns dos outros.
Então, tentemos não ser inseguros, cada um tem suas razões de ser na vida, embora não concordemos!





2 comentários:

Doutora Foligata disse...

Eu não sei se é mais fácil escrever quando está doendo ... acho que isso vai mais para um desabafo ... mesmo que vc não esteja escrevendo sobre o fato que te machuca literalmente.
Mas acho mais fácil escrever quando estou vivendo intensamente ... seja dor, alegria, ... acho que emoções geram inspiracão !
E vc escreve muito bem. Espero que a dor passe logo e os bons textos permaneçam !
bjoo

Sinara disse...

Tenho um amigo músico, ele diz que está há um tempão sem compor porque está feliz, namorando, amando e sendo amado... ele brinca que precisa de uma crise para poder criar... Bjussss

Você pode gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...